abril 24, 2024
Chicago 12, Melborne City, USA
Dicas

Doenças causadas pela cocaína

Doenças causadas pela cocaína

A cocaína é uma droga estimulante que provoca uma sensação de euforia e confiança nos usuários, mas que também traz muitos riscos para a saúde. O consumo da cocaína pode causar diversas doenças, tanto físicas quanto mentais, que podem levar à morte. Neste artigo, vamos ver quais são as principais doenças causadas pela cocaína e como elas afetam o organismo.

Distúrbios psiquiátricos

A cocaína altera o funcionamento do sistema nervoso central, podendo provocar distúrbios psiquiátricos como ansiedade, pânico, irritabilidade, agressividade, paranoia e psicose. Esses distúrbios podem levar o usuário a ter comportamentos irracionais, violentos e perigosos, tanto para si mesmo quanto para os outros. Além disso, a cocaína pode causar depressão, insônia e falta de apetite, que podem comprometer a qualidade de vida do usuário.

Doenças cardiovasculares

A cocaína aumenta a pressão arterial e a frequência cardíaca, podendo causar doenças cardiovasculares como infarto do miocárdio, arritmias cardíacas, insuficiência cardíaca e morte súbita. A cocaína também pode provocar danos nas artérias coronárias, que são responsáveis por levar sangue ao coração, aumentando o risco de obstrução e isquemia. 

A cocaína pode ainda causar endocardite infecciosa, que é uma inflamação do tecido que reveste o coração, causada por bactérias que podem chegar ao órgão através de agulhas contaminadas ou de infecções sexualmente transmissíveis.

Doenças respiratórias

A cocaína pode causar doenças respiratórias como bronquite, asma, enfisema pulmonar e edema pulmonar. Essas doenças podem ser causadas pela inalação do pó da cocaína ou pela fumaça do crack, que irritam e inflamam as vias aéreas. A cocaína também pode provocar hemorragia pulmonar e pneumotórax, que é o acúmulo de ar entre os pulmões e a parede torácica, causando dificuldade para respirar.

Doenças renais

A cocaína pode causar doenças renais como insuficiência renal aguda ou crônica, nefrite intersticial e necrose tubular. Essas doenças podem ser causadas pela diminuição do fluxo sanguíneo aos rins, pela toxicidade direta da droga ou pela liberação de substâncias que provocam inflamação e lesão nos rins. A cocaína também pode causar hipertensão arterial, que é um fator de risco para o desenvolvimento de doença renal crônica.

Doenças gastrointestinais

A cocaína pode causar doenças gastrointestinais como úlceras gástricas, perfurações intestinais, colite isquêmica e pancreatite. Essas doenças podem ser causadas pela diminuição do fluxo sanguíneo ao trato gastrointestinal, pela irritação da mucosa ou pela liberação de enzimas que danificam os órgãos. A cocaína também pode causar náuseas, vômitos e diarreia.

Doenças bucais

A cocaína pode causar doenças bucais como gengivite necrosante aguda, laceração gengival, problemas periodontais e perda dos dentes. 

Essas doenças podem ser causadas pela irritação da mucosa bucal pelo pó da cocaína ou pela fumaça do crack. A cocaína também pode provocar perfurações no palato (céu da boca) ou fístulas (comunicações anormais entre a boca e o nariz).

Doenças sexualmente transmissíveis

A cocaína pode aumentar o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis como gonorreia, sífilis, hepatite C e HIV. Isso pode ocorrer pelo compartilhamento de agulhas contaminadas ou pelo contato íntimo desprotegido.

 A cocaína também pode diminuir a imunidade do usuário, facilitando a infecção por esses agentes.

Dependência química

A cocaína é uma droga altamente viciante, que provoca uma forte dependência química e psicológica nos usuários. A dependência química ocorre porque a cocaína interfere na liberação e na recaptura de neurotransmissores como a dopamina, que estão relacionados ao prazer e à recompensa. Com o uso contínuo da droga, o cérebro se adapta e passa a exigir doses cada vez maiores para obter o mesmo efeito. A dependência psicológica ocorre porque o usuário associa o consumo da droga a uma forma de aliviar o sofrimento, o estresse ou a ansiedade. Com isso, ele desenvolve uma compulsão pelo uso da droga, que passa a ser o centro de sua vida.

Conclusão

A cocaína é uma droga que pode causar inúmeras doenças graves e fatais, que afetam praticamente todos os sistemas do organismo. Além disso, a cocaína pode causar dependência química e psicológica, que comprometem a saúde mental e social do usuário. Por isso, é importante evitar o consumo dessa droga e procurar ajuda profissional caso haja algum problema de dependência. Existem diversas formas de tratamento para a dependência da cocaína, que podem envolver medicamentos, terapias e internação em clínica de recuperação em Sorocaba ou em outras cidades. O importante é reconhecer o problema e buscar ajuda o quanto antes.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video
X