abril 22, 2024
Chicago 12, Melborne City, USA
Uncategorized

Marketing Agressivo: vantagens x desvantagens desta prática

Marketing Agressivo: vantagens x desvantagens desta prática

As estratégias de marketing em seus mais variados estilos precisam fazer parte das estratégias das empresas para que possam alcançar os clientes e impactá-los com seus produtos e serviços.

Hoje em dia, existem diferentes maneiras de fazer marketing e uma delas é conhecida como marketing agressivo ou posicionamento agressivo de mercado.

Desde que as estratégias orgânicas começaram a fazer parte da realidade de muitos negócios, empreendedores e gestores de diversos segmentos começaram a criticar o marketing agressivo que bombardeia os prospects de informações.

Mas a verdade é que essas técnicas podem assumir diferentes formas e geralmente causam impacto imediato. Mas o método não deve ser confundido com outbound marketing, muito conhecido pela busca ativa de potenciais clientes.

O marketing agressivo está em oposição às estratégias passivas que procuram construir relacionamentos de longo prazo, fortalecem o conhecimento da marca e oferecem aos prospects conteúdos e informações relevantes.

Mas são ações que se desenvolvem lentamente e por isso não são muito atraentes para negócios que estão começando agora ou que precisam vender o quanto antes.

Este artigo vai mostrar a definição de marketing agressivo, quais são as vantagens de investir nessa estratégia e quais são as desvantagens que pode trazer para os negócios.

O que é Marketing Agressivo?

Marketing agressivo é um processo que envolve a venda agressiva de produtos por meio de técnicas imediatas e vigorosas que dificilmente os clientes conseguem ignorar.

O objetivo dessas ações é persuadir as pessoas e incentivá-las a clicar no anúncio. Ele envolve diferentes ações, dentre as quais se destacam:

  • Reproduções automáticas de vídeos;
  • Banners invasivos;
  • Anúncios em tela cheia;
  • Animações em flash.

Um fabricante de chapa acm amarela também pode investir em pop-ups, anúncios disfarçados como parte de conteúdo, e-mails, páginas múltiplas por artigos.

Essa técnica costuma ser utilizada por grandes marcas para persuadir e bombardear os consumidores de maneira que aumente sua visibilidade consideravelmente.

São técnicas que ajudam a vender determinado produto, usando todos os argumentos possíveis para que o cliente se convença de comprar. Para isso, a organização transmite uma mensagem clara incapaz de atingir até mesmo concorrentes.

Por ser completamente diferente das estratégias orgânicas, alguns gestores e empreendedores acreditam que o marketing agressivo não é uma boa ideia, mas na verdade isso depende muito.

Isso porque pode ser que uma campanha publicitária seja transmitida de maneira indesejada pelo público, o que traz diversos problemas para a imagem da organização.

Por outro lado, o marketing agressivo não fala mal da concorrência ou fica mostrando os problemas de outras empresas.

Por meio de grandes investimentos em campanhas publicitárias e promoções, tanto dentro quanto fora da internet, também é possível fazer marketing agressivo, mas tudo isso sem envolver a marca em polêmicas.

Um fabricante de escorredor de louça para cozinha industrial pode investir nessa estratégia com um propósito maior, por exemplo, defender uma causa humanitária, conscientizar as pessoas sobre a importância de preservar o meio ambiente, entre outros.

Para não errar a mão e colher excelentes resultados com essa prática, o ideal é fazer um estudo aprofundado sobre o que o público realmente precisa saber.

Em outras palavras, a organização deve usar o marketing agressivo de maneira positiva sem se esquecer da publicidade massiva.

O fato é que essa prática ressalta de maneira irreverente os benefícios de um produto fazendo uma comparação com um concorrente direto. Para isso, escolhe o diferencial da solução, mostrando que outras opções não possuem as mesmas qualidades.

Vantagens do Marketing Agressivo

Assim como todas as estratégias de marketing, as ações mais agressivas possuem suas vantagens e desvantagens. No que diz respeito aos benefícios, alguns dos que mais se destacam são estes:

Retorno sobre os investimentos mais rápido

Ao contrário do que acontece com as estratégias orgânicas em que a empresa precisa esperar muito tempo para obter retorno sobre seus investimentos (ROI), o marketing agressivo traz resultados rapidamente.

Um fabricante de engradado de madeira para transporte precisa investir nas estratégias orgânicas como SEO, mas elas levam algum tempo até impactarem o público.

Enquanto isso, investir em uma abordagem mais agressiva é uma forma de alcançar as pessoas e obter retorno imediato. Isso pode ser feito por meio de canais online e offline, mostrando claramente para o consumidor por que ele deve comprar o produto ou serviço.

Fácil de mensurar

Existem muitas estratégias de marketing agressivo, principalmente na internet, que são muito fáceis de mensurar. Isso significa que a marca pode analisar como foi o desempenho das ações.

Pelo fato de que o ROI acontece em curto prazo, a companhia consegue uma amostra rápida para analisar, como no caso de sazonalidade das vendas de cada produto, melhor abordagem ou discurso, entre outras questões pertinentes.

Uma vez que um fabricante de compressor Hitachi tem acesso a dados qualitativos e quantitativos em pouco tempo, o marketing agressivo também permite que suas premissas sejam validadas rapidamente.

Para a marca, é uma forma de avaliar a sua persona e saber se ela realmente é condizente com a audiência. Mais do que isso, consegue se certificar de que o discurso e os canais de comunicação transmitem o posicionamento do jeito certo.

Ações segmentadas

Antigamente, as estratégias de marketing agressivo não eram tão segmentadas quanto hoje porque a internet e a tecnologia não eram tão evoluídas.

Mas com todos os dados trazidos pela web, fica muito mais fácil elaborar ações totalmente compatíveis com os interesses e necessidades do público.

A organização vai cercar os consumidores com informações sobre seus produtos e serviços, propagandas dos mais variados tipos e anúncios, mas sempre de maneira segmentada e focada nas pessoas certas.

A diferença é que um anúncio sobre portão basculante alumínio, ao invés de chegar em qualquer pessoa, vai impactar aquelas que realmente se interessam pelo assunto, mas o de maneira muito mais convincente e persuasiva.

Desvantagens do Marketing Agressivo

Nem tudo são flores quando o assunto é marketing. Afinal, algumas práticas não são do agrado tanto do público quanto das empresas, mas isso é algo que depende muito do segmento do negócio e de seus propósitos.

Também é necessário levar em conta as características da persona para escolher as melhores ações. O marketing agressivo é uma estratégia muito controversa porque ao mesmo tempo em que traz muitas vantagens, também envolve algumas desvantagens.

Entre elas está o fato de que os prospects não costumam gostar desse tipo de abordagem, tendo em vista que ela é muito mais direta e insistente do que outras ações usadas nos dias de hoje.

Algumas vezes, pode ser vantajoso porque um anúncio de longarinas para recepção de clínicas vai chegar justamente em alguém que estava procurando por isso.

Por outro lado, os usuários das redes sociais reclamam muito da insistência de certas propagandas em seus perfis.

Outra desvantagem é que essa prática efetivamente anuncia o concorrente, uma vez que os potenciais clientes costumam procurar a empresa.

Para que uma marca consiga sair na frente daquela que costuma ser a preferência das pessoas, precisa mencioná-la para mostrar que suas soluções são mais vantajosas e valiosas.

Mas o simples fato de mencionar outra empresa já lembra o consumidor que ela existe, por isso, o marketing agressivo pode provocar o efeito contrário. Só que tudo isso depende da maneira como ele é trabalhado.

Se uma clínica de homeopatia para cachorro agitado quiser conquistar um bom posicionamento nos resultados de pesquisa, deve investir nas estratégias orgânicas.

É importante dizer isso porque o marketing orgânico não é do agrado do Google, por isso ele não vai ranquear o site da marca.

A prioridade do Google é oferecer a melhor experiência para os usuários, por isso, o buscador procura constantemente empresas que criam conteúdos valiosos e bem elaborados.

O propósito do marketing agressivo é simplesmente vender, então suas ações não se preocupam muito com a qualidade da mensagem que está sendo transmitida para o consumidor.

Justamente por isso outra desvantagem é que a empresa pode violar alguns regulamentos, e nos dias de hoje, esse tipo de ação pode trazer muitos problemas, principalmente se envolver questões sociais debatidas na atualidade.

Por fim, se uma clínica especializada em implante cabelo masculino quiser fazer uso apenas de técnicas atualizadas, então não deve trabalhar com o marketing agressivo, uma vez que ele é muito mais antigo e não evoluiu tanto quanto outras ações.

Considerações finais

A competitividade no mercado é extremamente agressiva, e, por isso, grandes marcas precisam continuar impactando os consumidores e chamando a atenção deles para seus produtos e serviços.

Para competir entre si, elas costumam investir em marketing agressivo, veiculado dentro e fora da internet. Os pequenos negócios também podem fazer isso, mas é fundamental contar com um profissional que saiba orientar as ações.

Somente dessa forma a companhia vai aproveitar todos os benefícios dessa metodologia e evitar suas desvantagens.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video
X